Voltando a ser “criança”!

Ola gente,

Will aqui de novo… com o fim de semestre nos afastamos um pouco do blog, mas cá estamos novamente para mostrar a todos o nosso trio de ideias!
Hoje quero falar de como esse ano de 2015 tem sido “nostálgico”. No cinema e na tv, grandes sucessos dos anos 70,80 e 90 retornam para dar sequência em suas franquias nesse ano.

Cinema

Jurassic World – O Mundo dos Dinossauros

Um dos clássicos da sessão da tarde ganhou esse ano o quarto capítulo de sua franquia. Após críticas pesadas a seu antecessor, Jurassic Wolrd vem com grande responsabilidade e, com toda certeza, impressiona e dá conta do recado. O filme se tornou o recordista em bilheterias na primeira semana nos EUA (batendo Harry Potter e as relíquias da morte Parte II) e tem sido alvo de críticas positivas pelo mundo.Pra mim, um dos melhores lançamentos de 2015 até agora.

Star Wars Episódio VII: O despertar da força

Um dos grandes clássicos do cinema e também adorado por gerações lançara no final desse ano mais um filme da franquia. Após 10 anos do lançamento de seu ultimo capítulo, uma das franquias mais rentáveis da história do cinema retorna com seu sétimo filme. A sinopse oficial ainda não foi divulgada mas já é possível tem um pouco do gostinho com o trailer.

O exterminador do futuro: Genesis

Outro que retorna para mais um capítulo da franquia é O exterminador do futuro. Arnold Schwarzenegger volta a incorporar o exterminador, mas dessa vez em uma outra época, pois ele foi enviado para proteger Sarah Connor desde que ela era uma criança.

TV

Mas o cinema não é o único que trará “clássicos da infância” de volta, na tv teremos novas temporadas para os animes Digimon e Dragon Ball. Abaixo você pode conferir o trailer do novo Digimon e um pequeno teaser de Dragon Ball Super!

Anúncios

Cavaleiros do Zodíaco e o Início de uma Geração.

A emissora de televisão Rede Manchete foi uma das pioneiras a exibirem programas nipônicos em terras tupiniquins. Jaspion, Changeman, Jiraya e muitos outros tokusatsus faziam parte de sua programação, mas não era só de tokusatsu que vivia a emissora, quando o assunto era programação japonesa.
No ano de 1994, a Rede Manchete exibia um dos maiores e mais respeitados animes de sua geração: Cavaleiros do Zodíaco (do original “Saint Seiya”).

Um sucesso que só cresceu com o passar dos anos mundialmente e, ainda hoje, conta com diversos spin-offs, especiais e filmes.
O mangá foi criado pelo mestre Masami Kurumada e publicado entre 1986 e 1991 e teve sua adaptação em anime entre 1986 e 1989.
A história é sobre os cavaleiros que protegem a deus grega Atena, reencarnada na jovem Saori Kido e neta de Mitsumasa Kido, o homem que treinou os cavaleiros.
Seiya, Shiryu, Shun, Yoga e Ikki são os cavaleiros de bronze que protegem a jovem Saori, esta que é alvo de muitos vilões poderosos.
Esta se passa em um universo onde se encontra um pouco da cultura japonesa, mas é um prato cheio em quem se amarra na mitologia grega, pois é nela que o anime é baseado.

cdz01

Aqui no Brasil o anime era febre certa. Brinquedos, álbuns de figurinhas, doces e muitos outros produtos inspirados no anime vieram junto com ele para divertir todas idades de todas as formas.

E com todo esse sucesso a Rede Manchete, que não estava boa das pernas na época, deu uma reviravolta em sua história e conseguiu se manter durante mais alguns anos no ar, trazendo outros animes como YuYu Hakusho, Shurato, Super Campeões, Sailor Moon e muitos outros. Foi um investimento muito bem aplicado, graças aos Cavaleiros do Zodíaco.

A Rede Manchete saiu do ar deixando um legado enorme no Brasil. Depois delas, os animes caíram no gosto de todos, o que inspirou outras emissoras a também colocarem em suas grades de exibição alguns animes. E foi em 2003 que a emissora paga Cartoon Network comprou os direitos e exibiu, mais uma vez, Cavaleiros do Zodíaco no Brasil, conquistando novos fãs e trazendo muita nostalgia para a geração que acompanhou esse clássico em sua primeira exibição por aqui.

athena-cc3b3pia

Atualmente, a série “Soul of Gold” está em exibição no Japão. Esta é uma aventura protagonizada pelos cavaleiros de ouro, onde os mesmos são ressuscitados por alguma força misteriosa e se vêem obrigados a lutarem contra um grupo de vilões que usam a árvore Yggdrasil para roubar a essência da terra para usá-la em proveito próprio.

O sucesso ainda está vivo e forte! E você? Já despertou o seu cosmo?

Expandindo a coleção…

Olá caros leitores!

Hoje quero compartilhar com vocês a minha felicidade de adquirir mais um título para a minha coleção… E o livro é:

11651184_865637586843486_2137975568_n

Escrito por Hans Magnus Enzensberger e publicado em 2000 pela Companhia das Letras, este livro traz uma reflexão sobre alguns momentos históricos como Berlim durante a Guerra Fria tendo o maior acidente naval, ocorrido em 1912. E uma observação que me chamou mais a atenção: o gênero escolhido por Hans é a poesia!

Admito, simplesmente me interessei pelo livro quando li na capa “Titanic”. Sou apaixonado pelo filme, li algumas coisas sobre o navio e sou fissurado pela trilha sonora do longa, principalmente a música My Heart Will Go On, interpretada por Celine Dion e que inclusive, é a música que tem mais versões do mundo.

Garanto a vocês que este livro me surpreenderá e quando finalizar a leitura, eu o trago de volta em outro post com uma resenha completa!

Aos meus queridos leitores, desejo um bom final de semana e até a próxima 😀

Por: Adonai

Amizades do Pop!

Hoje Madonna lançou seu novo clipe “Bitch, I’m Madonna!” no serviço de streams TIDAL. No clipe Madonna convida vários amigos famosos para participar de sua festinha. Algumas semanas atrás a cantora Taylor Swift havia usado a mesma técnica de convidar os amigos para participar de seu novo clipe “Bad Blood” (que você pode ver abaixo). Acontece que isso é bem comum na cultura pop e não é exclusividade do mundo da música não, então hoje, o trio de ideias, mostrará algumas dessas amizades…

Em 2013 para divulgar seu single “American Girl”, Bonnie McKee convidou vários amigos para participar do clipe com vídeos caseiros. Assim como Madonna em seu novo vídeo, Bonnie quer fazer uma festa e com convidados pra lá de especiais, entre eles estão: Adam Lambert, Katy Perry, Macklemore, Kelly Osborn, Ke$ha, a dupla Karmin, Jane Lynch e muitos outros.

No cinema também é comum vermos amigos que colaboram em projetos e estão sempre juntos. Gael Garcia Bernal e Diego Luna são um bom exemplo. Amigos de infância os dois já participaram de vários projetos na tv, teatro e cinema juntos.

Autosave-File vom d-lab2/3 der AgfaPhoto GmbH

Gael e Diego em “Rudo y Cursi”

E tua mae tbm

Os dois juntos no drama “E sua mãe também”

Gael-Garcí-Bernal-Diego-Luna-Casa-de-mi-Padre

E na comédia “Casa de mi Padre”

Claro que falando em cinema, não poderíamos deixar de citar a amizade mais famosa de todas: o diretor Tim Burton e o ator Johnny Depp. A amizade já dura mais de 20 anos e é um tanto lucrativa, tendo lançado filmes muito bem sucedidos como o clássica Edward mãos de tesoura e mais recentemente Alice no país das maravilhas. Johnny inclusive é padrinho de Billy Ray, o filho de Tim com Helena Bonham Carter. Abaixo alguns dos personagens de Johnny dirigidos por Tim Burton.
johnny

Na tv também é comum participações de amigos de atores e diretores em seus programas. Mas, acredito eu, que nenhum é como a amizade de Matt Bomer e Ryan Murphy. O ator já participou de todos os projetos de Murphy de alguma forma (com exceção de Nip Tuck e popular que foram produzidas antes do estrelato de Bomer), inclusive do seu telefilme “The normal Heart”.

America's Next Top Model --  "The Girl Who Says It's Over" --  Image: TM2108a_0272  -- Pictured: Yu Tsai and Matthew -- Cycle 21 --  Photo: Patrick Wymore/The CW --  ©2014 The CW Network, LLC. All Rights Reserved

Matt como Andy em American Horror Story: Freak Show

Cooper Anderson - glee

Interpretando Cooper Anderson em glee

Felix Turner

Matt interpretando Felix no telefilme “The Normal Heart”

Monty-thenewnormal

Dando vida a Monty na série cômica “The New Normal”

Bom, por hoje é isso pessoal… Claro que existem muitas outras amizades não citadas como Katy Perry e Rihanna, JLo e Pitbul, Brad Pitt e George Clooney e tantos outros… Mas o que importa é ver que em todas as áreas os amigos são sempre bem vindos 😉

Por Will

Panini! Respeite os fãs de Kekkaishi do Brasil e volte a lançar os mangás aqui!

Um pouco da história:
Há 500 anos um senhor feudal foi atacado por ayakashis, monstros espirituais, que queriam o grande poder que ele tinha, para poder dominar o mundo. Devido os constantes ataques, um poderoso mago, Tokimori Hazama, foi chamado para o proteger. Hazama veio com dois alunos que conseguiram proteger o Senhor, até o dia de sua morte. Após sua morte eles o enterraram com seu poder, em um lugar ao qual chamaram de Karasumori.
Nos dias atuais Sumimura Yoshimori, é um estudante de 14 anos, que é o descendente do Clã Sumimura de Kekkaishi. Ele é herdeiros direto dos poderes do clã. Assim como ele, Yukimura Tokine, também herdou estes poderes, ela é mais velha que ele, e é sua amiga de infância e também sua rival como Kekkaishi. Devido a fatos acontecidos na infância dos dois, Yoshimori quer ser tornar mais forte kekkaishi, para que Tokine não precise mais lutar, mas ele apenas consegue dominar seus poderes brutamente, enquanto Tokine é extremamente habilidosa e precisa no uso de seus poderes.
O anime se passa entorno da escola Karasumori, em baixo da qual está a tumba Karasumori. Ai entra Tokine e Yoshimori, eles são os guardiões desta tumba, eliminado qualquer ayakashi que tentar se aproximar dela. Eles também contam com ajuda de doi shikigamis, capturados por seus antecessores, e escravizados para servi-los.. Yoshimori conta com o shikigami adarao, e Tokine com akubi, ambos farejam ayakashis, e como recompensa eles podem comer os ayakashis menores.
Kekkaishi_(1)
Pararam de lançar os mangás no Brasil, disseram que “teve pouca demanda”… POR QUE NÃO DIVULGARAM ENTÃO? A história é ótima e param de lançar no Brasil bem no ápice da trama! Alguém faça alguma coisa… (desculpa, desabafei…)
Mas como eu dizia, sobre a história…
O poder de um kekkaishi, é basicamente criar uma barreira, de energia entorno de seu inimigo, e a comprimindo fazendo ela implodir. As técnicas de um Kekkaishi incluem:
  • Houi: É o 1º comando de um Kekkaishi para definir o ponto do espaço onde será criado a barreira.
  • Jouso: 2º comando de um Kekkaishi, feito para definir o tamanho da área em torno do ponto marcado com o 1º comando.
  • Ketsu: Fecha um Kekkai (Barreira de cubo invisivel) no ponto marcado pelo Houi e no tamanho definido pelo Jouso.
  • Kai: Dissipa o Kekkai sem ferir o alvo preso em seu interior.
  • Metsu: Recolhe uma Kekkai, destruindo o que está lá dentro.
  • Tenketsu: Abre uma porta para outro mundo e envia os pedaços do inimigo para impedir a regeneração. Esta técnica requer o uso de um shakujo.
  • Zekkai: Uma técnica que permite que o usuário, repelir um ataque ou prejudicar um inimigo. Dependendo da força do usuário, ele aparece como uma aura negra, que varia em forma. Porque ele é criado pela dominação de sentimentos negativos, é recomendável que ela não seja usada excessivamente.
  • Nenshi: Uma técnica que cria um segmento de energia. Ele é usado para a ligação, captura e tortura por compressão. O nenshi sai da palma da mão do usuário. O selo ao redor do pescoço de Madaro, espírito familiar Yoshimori, é feito de pérolas enfiadas em um círculo de nenshi.
  • Sekkai: Uma técnica usada para destruir Kekkai estrangeiros. Masamori tenta usar isso para dissipar Kekkai Yoshimori em Kokuborou, mas não conseguiu porque sua Kekkai era demasiadamente forte.
  • Shuufuku: A arte da restauração, a reparação de um objeto.
  • Musou: Um estado de espírito em que o usuário não é influenciado por nenhuma força, ela aumenta a velocidade, potência e eficácia dos Kekkai.  
       Kekkaishi-Episode-32-English-Dubbed 

Esta postagem foi um pequeno apelo… XD Sem mais…

 

Que haja respeito, que haja amor <3

“Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo.”

Olá pessoal, começo esse post com a frase mais marcante (para mim) do livro Extraordinário escrito por R. J. Palacio, sua primeira obra que já conquistou leitores espalhados por todo o planeta!

11356073_862904777116767_1677833590_n

Dentro das páginas, conhecemos o Auggie, um garotinho que nasceu com uma síndrome genética que resultou em uma deformidade facial. Auggie passou por diversas cirurgias e tem consciência que seu rosto é diferente das demais crianças e por isso nunca frequentou uma escola.

Agora, com a ajuda da família, August começa a lidar com professores, colegas de sala e pessoas insensíveis, mas também, Summer, Jack Will e Charlotte se juntam ao pequeno e o ajudam como podem a combater o bullying com gentileza!

A história é contada por diversos “ângulos” como da Via (irmã de Auggie), Summer, Jack Will e claro, do próprio August.

Simplesmente não consegui conter as lágrimas em certos trechos, pois a narração é construída de forma tão sensível e clara que você se coloca no lugar do querido Auggie.

E não bastasse tudo isso, o livro se completa com trechos de músicas, como “Beautiful” de Christina Aguilera e trechos de outros livros como esse:

manu7

O mundo necessita de mais amor, gentileza e muito respeito! A narração aborda e amarra a importância de tudo isso com personagens cativantes e palpáveis.

11292839_862905093783402_1636304703_n

Esse livro realmente é Extraordinário

Obrigado pela visita e não julgue um menino pela cara 😀

Por: Adonai

Love, love, love…

Olá,

Aqui é o Will de novo, dessa vez para falar um pouco dessa data tão amada e odiada ao mesmo tempo >.<.
É, mais uma vez chega o dia em que todos querem amar, ser amados ou apenas vomitar mesmo. Sem mais enrolação, venho, já entrando nesse clima, indicar alguns filmes e músicas interessantes para ver (ou ouvir) com seu amor.

Música

Busquei escolher 5 das minhas músicas românticas favoritas e não foi fácil, mas aí vai a lista:

1. Katy Perry – Unconditionally

“So come just as you are to me
Don’t need apologies
Know that you are a worthy
I take your bad days with your good”

2. Green Day – Last night on earth

“My beating heart belongs to you
I walked for miles till I found you
I’m here to honor you
If I lose everything in the fire
I’m sending all my love to you”

3. Clarisse Falcão – De todos os loucos do mundo

“De todos os loucos do mundo eu quis você
Porque eu tava cansada de ser louca assim sozinha
De todos os loucos do mundo eu quis você
Porque a sua loucura parece um pouco com a minha”

4. Paramore – The only exception

“I had sworn to myself that I’m content
With loneliness
Because none of it was ever worth the risk, but
You are the only exception”

5. Rihanna – We found love

“We found love in a hopeless place”

Filmes

Escolhi também 5 filmes para ver com o namorado(a)

1. A incrível história de Adaline (nos cinemas)
Adaline Bowman (Blake Lively) nasceu na virada do século XX. Ela tinha uma vida normal até sofrer um grave acidente de carro. Desde então, ela, milagrosamente, não consegue mais envelhecer, se tornando um ser imortal com a aparência de 29 anos. Ela vive uma existência solitária, nunca se permitindo criar laços com ninguém, para não ter seu segredo revelado. Mas ela conhece o jovem filantropo, Ellis Jones (Michiel Huisman), um homem por quem pode valer a pena arriscar sua imortalidade.

2. O lado bom da vida (Em dvd/blu-ray)
Por conta de algumas atitudes erradas que deixaram as pessoas de seu trabalho assustadas, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) perdeu quase tudo na vida: sua casa, o emprego e o casamento. Depois de passar um tempo internado em um sanatório, ele acaba saindo de lá para voltar a morar com os pais. Decidido a reconstruir sua vida, ele acredita ser possível passar por cima de todos os problemas do passado recente e até reconquistar a ex-esposa. Embora seu temperamento ainda inspire cuidados, um casal amigo o convida para jantar e nesta noite ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher também problemática que poderá provocar mudanças significativas em seus planos futuros.

3. A culpa é das estrelas (Em dvd/blu-ray)
Diagnosticada com câncer, a adolescente Hazel Grace Lancaster (Shailene Woodley) se mantém viva graças a uma droga experimental. Após passar anos lutando com a doença, ela é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio cristão. Lá, conhece Augustus Waters (Ansel Elgort), um rapaz que também sofre com câncer. Os dois possuem visões muito diferentes de suas doenças: Hazel preocupa-se apenas com a dor que poderá causar aos outros, já Augustus sonha em deixar a sua própria marca no mundo. Apesar das diferenças, eles se apaixonam. Juntos, atravessam os principais conflitos da adolescência e do primeiro amor, enquanto lutam para se manter otimistas e fortes um para o outro.

4. Bonequinha de luxo (Em dvd/blu-ray)
Nada melhor do que citar um dos ícones da cultura pop, Audrey Hepburn, em um dos seus mais marcantes papéis. O filme é um clássico super atual e super presente na cultura pop, seja em menções, memes, ou até mesmo reproduções.Holly Golightly (Audrey Hepburn) é uma garota de programa nova-iorquina que está decidida a casar-se com um milionário. Perdida entre a inocência, ambição e futilidade, ela toma seus cafés da manhã em frente à famosa joalheria Tiffany`s, na intenção de fugir dos problemas. Seus planos mudam quando conhece Paul Varjak (George Peppard), um jovem escritor bancado pela amante que se torna seu vizinho, com quem se envolve. Apesar do interesse em Paul, Holly reluta em se entregar a um amor que contraria seus objetivos de tornar-se rica.

5. Hoje eu quero voltar sozinho (Em dvd/blu-ray) 
Leonardo (Ghilherme Lobo), um adolescente cego, tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel (Fabio Audi) chega na cidade, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade.

Bom, era isso… mas se você não tem um namorado ou namorado, não se preocupe temos também uma indicação para você. Estréia hoje o novo filme da franquia jurassic park, um dos lançamentos mais esperados do ano e que vale a pena ser visto com os amigos, afinal de contas amor não é exclusividade de namorados e cinema também não 😀

6. Jurassic World  (Nos cinemas)
O Jurassic Park, localizado na ilha Nublar, enfim está aberto ao público. Com isso, as pessoas podem conferir shows acrobáticos com dinossauros e até mesmo fazer passeios bem perto deles, já que agora estão domesticados. Entretanto, a equipe chefiada pela doutora Claire (Bryce Dallas Howard) passa a fazer experiências genéticas com estes seres, de forma a criar novas espécies. Uma delas logo adquire inteligência bem mais alta, logo se tornando uma grande ameaça para a existência humana.

Sakura Card Captors – Muito além do “para menininhas”

Que os animes não são feitos apenas para garotos, isso é mais que óbvio. Há também uma bela safra de animes destinada para garotas e, ano após ano, os animes com estilo “shojo” (que são os animes voltados para o público feminino) vêm sendo lançados como uma prioridade.
Mas alguns animes deste estilo acabam fazendo sucesso não somente entre o público feminino.

Sakura Card Captors (originalmente de Cardcaptor Sakura) é um anime do estilo “maho shojo” (anime de poderes mágicos voltado para o público feminino), baseado no mangá homogêneo, criado pelo grupo CLAMP. O mangá possui 12 volumes, de 1996 a 2000. O anime possui 70 episódios, sendo transmitido de 1998 a 2000. Possui também 2 filmes.

Sinopse:
Sakura Kinomoto é uma garota de 10 anos, estudante da fictícia cidade japonesa de Tomoeda, que por acidente abre um livro misterioso, chamado Livro Clow. Do livro saem 52 cartas mágicas levadas por uma tempestade de vento causada pela magia da carta Vento, que foi libertada quando Sakura leu o seu nome. Kerberos, o guardião das cartas (uma criatura muito parecida com um animal de pelúcia bem pequeno), surge do livro e conta a Sakura que as cartas foram espalhadas por toda Tomoeda e é seu dever capturá-las de novo, tornando-a uma cardcaptor (capturadora de cartas).

Cada carta possui um poder diferente, invocando desde poderes da natureza até aprimoramentos físicos aos seus usuários.

sakura-card-captor-wallpaper-1

A receptividade do anime foi ótima, pois combina muitos elementos da cultura japonesa com magia (com direito a simbologia, artefatos e criaturas mágicas) e humor, em um ambiente cuidadosamente criado pelo grupo CLAMP, com traços característicos do grupo que é sempre muito bem qualificado pela crítica e pelos fãs. Os personagens possuem estilos bastante individuais e peculiares, proporcionando uma história envolvendo diversos universos altamente exploráveis.

capa

No Brasil foi exibido no canal a cabo Cartoon Network, na Rede Globo e no canal a cabo Boomerang. A série de mangá foi publicada pela JBC com 24 volumes no formato “meio-tankobon. publicado em 2001,sendo o primeiro mangá do Brasil a ser vendido numa banca, que por sua vez deu impulsos a outros mangás, por essa a ocasião em 2012 a JBC fez uma edição especial com páginas coloridas em 12 volumes assim como o original japonês.


Receptividade
Sakura Card Captors é tido com um clássico. Um dos principais motivos é o fato de ter agradado (e muito!) o público masculino, especialmente aqui no Brasil. Como este anime chegou em uma época em que a emissora Cartoon Network estava investindo pesado em animes, boa parte do público masculino quis verificar o conteúdo dos primeiros animes que viam pela frente. Neste caso, não se decepcionaram.
E o sucesso foi evidente para ambos os públicos!

Muito já foi falado em continuidade da série, inclusive através dos próprios produtores, mas ainda não temos nada concreto. Esperamos que futuramente este clássico retorne com muitas novidades e que a chave que guarda o poder das trevas mostre novamente seus verdadeiros poderes sobre nós e os ofereça-os novamente  à valente Sakura que aceito esta missão. xD

 

Colecionando amores, aventuras, medos… Colecionando livros

Olá, pessoal! Hoje é dia de post sobre livros!!

Durante a semana, pensando no blog, tive a ideia de apresentar para vocês os primeiros livros que comprei e deram início à minha coleção.

Comecei a ler desde pequeno e nunca parei, vivia na biblioteca da escola, e até ganhava livros de presente, mas eu não tinha o costume de comprar, colecionar e guardar em um espaço especial. Até que no final de 2013 esse desejo surgiu e até hoje cultivo o sabor de comprar um bom livro.

Não tenho muitos livros (até porque sou pobre kkkk), mas todos os livros que tenho me marcaram de alguma forma ou contam uma outra história que está registrada na minha memória.

Sem mais enrolações, apresento meus três “primeiros” livros da coleção:

11348770_860207234053188_1149612542_n

“O Palácio da Meia-Noite”, “Sombra e Ossos” e “Bruxos e Bruxas” são classificados como literatura juvenil. Esses três títulos chamaram minha atenção enquanto eu navegava pelo site da Saraiva, procurei por resenhas e o interesse aumentou, então pensei: Por que não começar a colecionar livros?

Não me arrependi de ter comprado os 3 exemplares. Devorei os livros em poucos dias e cada um deles permaneceu em minha cabeça por um bom tempo. Vamos falar com um pouquinho a mais de detalhes!

11350356_860207174053194_1225934620_n

Este livro é de James Petterson, é o primeiro da série que contém 5 títulos.

O enredo fantástico traz ao leitor Whit e Wisty, dois irmãos que em uma noite são presos por praticar bruxaria. Ambos não sabiam que tinham tais poderes e agora longe dos pais, em uma prisão, são obrigados a treinar seus poderes escondidos dos guardas, médicos e enfermeiros que tentam descobrir porque a maioria das crianças estão se tornando bruxos e uma ameaça à Nova Ordem, um partido político que é comando pelos Únicos, como “O Único Que Julga” e “O Único Que é O Único”.

Nesse novo contexto, as crianças e os adolescentes são importantes chaves que podem salvar o mundo dessa nova ditadura.

Este livro realmente me surpreendeu, eu não esperava um toque tão profundo e revolucionário. Em uma história fictícia que carrega uma ideologia em busca de liberdade, igualdade e aceitação.

A história fica, a cada página, mais revoltante e atinge pontos da realidade que são mesclados com toda a ficção do universo bruxo.

Para encerrar essa etapa, deixo-lhes com a imagem da primeira página do livro e tenho certeza que ao ler, você sentirá que algo está errado.

11358734_860207217386523_18000951_n

O livro abaixo também tem como protagonistas crianças, mas nessa história, vamos entrar em lugares mais sombrios, místicos e com aquela pegada sobrenatural. Este titulo faz parte da Trilogia da Névoa, mas são livros “independentes” entre si. Apresento-lhes O Palácio da Meia-Noite!

11354985_860207177386527_1542774621_n

Dois bebês gêmeos são carregados por um homem em uma noite, este homem sabe que está sendo perseguido e entrega as crianças para a avó e desaparece.

Para que ambos sobrevivam, a avó entrega o garoto (Bem) para o diretor do orfanato local e viaja para longe com a garota (Sheere). Apenas prestes a completar 16 anos, os gêmeos se reencontram.

Os gêmeos ficam a par do passado assombrado e com a ajuda da Chowbar Society (grupo formado por Bem e mais seis órfãos que se reúnem no palácio da meia-noite) tentam resolver o misterioso problema.

Esse grupo de jovens buscam por soluções que os levam à uma estação ferroviária que fora destruída em um grande acidente envolvendo muitas vitimas e é assim que o grande espirito maligno (Jawahal) tenta atraí-los para a estação.

Foi um livro que me deixou transtornado quando o terminei e é altamente recomendável para quem curte aquele romance com uma pegada mística!

11270995_860207164053195_39364443_n

Deixei este livro para o fim porque é, para mim, o livro mais trabalhado, com mais detalhes tanto no enredo como na capa e dentro das páginas. Eu também me surpreendi com a história e até com a estética, que apenas pela capa, já encanta muito!

Alina e Malyen (Maly) são órfãos da guerra no Reino de Ravka, cresceram juntos no orfanato do Duque Keramsov e sob o comando da rígida governanta Ana Kuya. No começo é um pouco complicado para lembrar os nomes russos e todas essas palavras difíceis, mas garanto que o livro é muito bom!

Os grishas são pessoas que tem dons especiais e que são classificados de acordo com esses dons, ganham uma posição no exercito e podem ter a chance de desenvolver tais dons.

O Darkling é um líder cujo poder é a manipulação das sombras e o último líder criou uma fenda obscura que capturou humanos e os transformaram em grandes bestas das sombras, dividindo o país ao meio e dando a missão ao Darkling seguinte de tentar consertar o que está errado. O livro apresenta nas primeiras páginas um mapa em que o leitor pode acompanhar durante a leitura.

11418228_860207194053192_177667816_n

(Fotografei apenas uma parte do mapa para deixa-los com a curiosidade aguçada).

Porém, a única pessoa que pode destruir essa Dobra das Sombras é algum conjurador do Sol, o que manipula a luz. A única pessoa que o exercito conhece é Alina, que passa a ser treinada para colocar um fim na Dobra.

Será que Alina é capaz de destruir a Dobra? Será que Maly notará o grande amor cultivado por Alina? E será que o Darkling é mais um mocinho ou um grande vilão da história?

Essas perguntas tomaram conta da minha cabeça até o fim do livro e acredito que apenas uma foi respondida. Ainda não podemos esquecer que é uma trilogia, novos caminhos surgirão e preparando-me para as surpresas, sei que muita coisa irá mudar!

Por enquanto, apenas o primeiro e o segundo livro foram traduzidos, mas estou aguardando ansiosamente pelo terceiro!

Espero que tenham gostado dessa breve e simples apresentação que fiz dos três primeiros livros comprados que fazem parte da minha pequena coleção. E fiquem ligados que teremos mais post sobre livros!

Beijos e vire mais uma página 😉 ❤

                                                                                                                             Por: Adonai.

Dragon Ball

Dragon Ball é uma das mais famosas e adoradas séries de mangás e animes do mundo, e ainda conquista e surpreende fãs de todas as idades nos 4 cantos do planeta por misturar artes marciais, cultura oriental fundida com a ocidental, super poderes, ficção científica e muito humor.

Criado pelo (mestre!) Akira Toriyama Publicado em 1984, a primeira saga da série de mangás com o título de “Dragon Ball” despertou grande interesse do público. Isso fez com que o mangá virasse anime em 1986 e, posteriormente, o anime seria transmitido no mundo todo. Aqui no Brasil, a série animada foi transmitida pela primeira vez em 1996, através da emissora SBT (Sistema Brasileiro de Televisão).

No SBT, somente 60 episódios da série foram exibidos. Em 2001, a emissora Rede Globo comprou os direitos da exibição da série completa (153 episódios ao todo).
Obs: A abertura foi alterada para a versão original japonesa cantada em português. A equipe de dubladores foi renovada.

Já o mangá foi publicado pela primeira vez, aqui no Brasil, em 1997 pela editora Abril Jovem.

Sinopse

O garoto Goku vive sozinho na montanha Paozu. Bulma, uma jovem pesquisadora e amante da tecnologia, está atrás de 7 esferas de cor laranja, cada uma com um número de estrelas vermelhas (chamadas “esferas do dragão”) e, em sua busca pelas mesmas, acaba indo até a montanha onde se encontrava Goku. A partir daí, Goku e Bulma saem em uma jornada em busca das tais esferas do dragão que, unidas, invocam o dragão Shenlong, o qual realiza qualquer desejo. Nesta aventura eles fazem amigos, enfrentam perigos, encaram muitos inimigos e se envolvem em muitas confusões divertidas.

Sequências

A série Dragon Ball é um sucesso evidente, mas o que definitivamente perpetuou seu sucesso foi sua sequência Dragon Ball Z. Diferente da série anterior, algumas partes da série se passa em outros planetas. Goku já é adulto e é casado com Chi-chi, uma jovem que Goku conheceu quando criança ainda em Dragon Ball. Juntos têm um filho chamado Gohan, que é o protagonista de boa parte da série, pois Goku morre algumas vezes durante a saga.
A série trouxe de volta muitos personagens da série Dragon Ball (incusive Piccolo, Kulilin e Yamtcha) e apresentou muitos outros que também se tornaram personagens icônicos e essenciais (como Vegeta, Freeza e Majin Boo).

Dragon Ball Z foi exibido pela primeira vez em solo brasileiro em 1999 através do canal pago Cartoon Network Brasil, com uma ótima recepção de fãs que esperavam há anos por uma versão brasileira da série.

O mangá foi publicado entre 2000 e 2003 junto com a série antecessora, pois a editora Conrad havia comprado todos os direitos.

Ao final da série Z, o Cartoon Network Brasil transmitiu, em 2001, a sequência Dragon Ball GT, onde Goku é transformado em criança novamente e sai em uma aventura pelo universo para reverter a maldição. A saga não obteve boa recepção mundial e aqui no Brasil não foi diferente. Porém a série não foi criada pelo autor das outras sagas e o mesmo sugeriu a desconsideração da série GT no universo Dragon Ball. Não houve publicação em mangá.

A legião de fãs por aqui não se deve somente à primeira série da saga, pois os jogos da série para os consoles Mega Drive e Super Nintendo já estavam bem consolidados no Brasil.

Hoje a saga Dragon Ball conta com diversos filmes (um, inclusive, Live Action, feito com atores hollywoodianos) e especiais. Uma nova saga está sendo desenvolvida pelo autor AkiraToriyama (intitulado “Dragon Ball Super”) e tem data para estrear em julho deste ano. Um novo filme (O Retorno de Freeza) já foi lançado este ano no Japão e tem data de estréia nas telonas brasileiras também em julho, o que causou delírio para os fãs (assim como eu!), pois a série tem um legado enorme em todos os setores de animação japonesa, continua viva e está ganhando cada vez mais novidades.

dragon_ball_gt_logo